FANDOM


Los Angeles é uma cidade localizada nos Estados Unidos, e uma das localidades da série da AMC, Fear The Walking Dead. Esta cidade, foi o lugar principal na 1ª Temporada da série. A grande metrópole, era a cidade natal das famílias Clark, Manawa e Salazar.

Descrição

Los Angeles era uma grande cidade, localizada no condado de mesmo nome, no estado americano da Califórnia. Esta metrópole, antes do surto, era a segunda cidade mais populosa dos Estados Unidos, e se estende por 1. 302 km² no Sul da Califórnia e é classificada como a 13ª maior área metropolitana do mundo. A cidade possui dois jornais diários, dez estações de televisão públicas, três principais universidades e um sistema de transporte público excelente.

Com Hollywood, distrito da cidade, era conhecida como a "Capital Mundial do Entretenimento" e era a líder mundial na criação de filmes, produção de televisão, videogames e música gravada. [1]

Residentes Notáveis

História

Pré-Apocalipse

Los Angeles, conhecida por suas iniciais, "LA", era um centro mundial de negócios, comércio internacional, entretenimento, cultura, mídia, tecnologia e educação. Como todas as grandes cidades do mundo, a cidade possuía longas estradas e avenidas, grandes arranha-céus e um número elevado de habitantes.

Pós-Apocalipse

1ª Temporada

Em um certo dia, rumores na Internet começam a informar sobre uma doença misteriosa, se espalhando pelas ruas de Los Angeles (e em outros estados da Costa Oeste dos E.U.A.), dando início ao primeiro dia do surto na cidade, sem que as pessoas percebam. Ao final do segundo dia, o sinal de que o surto está começando a tomar posse dentro da cidade, é visto em um incidente numa auto-estrada da grande metrópole. Um homem que tinha sofrido um grave acidente, ao ser socorrido por paramédicos, ataca seus socorristas. Vários oficiais da polícia que estavam no local, sem sucesso, tentaram subjugar o homem com seus bastões, e depois são obrigados a abrir fogo contra ele. O homem não é morto até que um policial atira na cabeça dele, matando-o. Este evento é visto pessoalmente por Madison Clark e Travis Manawa, e capturado pela câmera de um helicóptero de notícias, que transmite o que aconteceu para os jornais locais. [2]

Os habitantes de Los Angeles, já no terceiro dia da epidemia, estam começando a ficarem conscientes do surto, devido ao aumento da força policial nas ruas, e vazamentos de vídeos na internet mostrando os mortos-vivos sobrevivendo a vários tiros, antes de serem mortos com um disparo na cabeça. Alguns cidadãos, incluindo os policiais que estão cientes de que algo está errado, começam a deixar a cidade, causando engarrafamentos nas estradas.

O centro da cidade logo vira um caos, quando algumas pessoas ainda não cientes do surto, presenciam a execução de um morador de rua já reanimado, por um policial. Isto é acompanhado por Christopher Manawa, que filma o movimento para colocar em seu blog, porém é obrigado a sair junto com seu pai Travis, e sua mãe Liza, quando a patrulha policial é reforçada, tentando paralisar um grande motim. [3]

Após buscarem refúgio na barbearia de Daniel Salazar, Travis e sua família foge do lugar, acompanhado por Daniel, Griselda e Ofelia, quando os manifestantes começam a por fogo nos prédios. A situação já estava sem controle, e as lojas, edifícios e centros econômicos de Los Angeles, passam a serem saqueados e queimados. Os hospitais da cidade são vistos infestados de pacientes e médicos reanimados, e a rede elétrica da área metropolita inicia a ser cortada. No dia seguinte, a Guarda Nacional do Estado da Califórnia chega até a cidade, e implanta buscas em quarteirões dominados, para erradicar e matar os infectados.

Entre nove semanas, doze zonas seguras foram erguidas na cidade, e também nas áreas suburbanas. Por lei, alguns soldados patrulhavam pelos bairros dominados, matando infectados ou não infectados fora das zonas de quarentena. Um centro de refugiados foi criado em um colégio da comunidade próxima, com médicos tratando os feridos e civis em risco de infecção.

Os civis dentro das zonas de segurança garatiam a população, que estavam fazendo um bom progresso para tomar de volta a cidade dos infectados. [4] Mesmo com tanta segurança, Los Angeles continuou a ficar fora do controle, e os militares começam a se preparem para iniciar a "Operação Cobalt". Esta operação era um plano para evacuar todo o seu pessoal da metrópole, e humanamente terminar com quaisquer sobreviventes. É também revelado que os militares prendeu pelo menos duas mil pessoas infectadas e não infectadas no Los Angeles Memorial Sports Arena. Este ato causou a morte de varias pessoas inocentes nas mãos dos infectados. Com a Operação Cobalt em vigor e o último centro de refugiados invadido pelos infectados, pode-se supor que não existe presença militar mais organizada em Los Angeles. Não se sabe quantos sobreviventes ainda há, e nem se existe as outras zonas seguras.

Por fim, Los Angeles é mostrada em ruínas. Vários edifícios e quarteirões da cidade, incluindo arranha-céus icônicas como One California Plaza e Paul Hastings Tower, em chamas. As ruas estão vazias ou cheias de Zumbis. As estradas que levam para fora da cidade estão congestionadas com centenas de carros abandonados, e cidade é desprovida de qualquer luz artificial.

2ª temporada

''Monster''

No início do episódio, Los Angeles é bombardeada pelos militares, em uma tentativa desesperada de destruir a praga zumbi. Os poucos sobreviventes que conseguiram escapar, como as famílias Clark, Manawa e Salazar, fogem em barcos, lançando-se no Oceano Pacífico, enquanto assistem a cidade ser destruída. Pode-se presumir que todos os zumbis e quaisquer sobreviventes foram mortos no bombardeio.

Mortes Ocorridas

  • Gloria - Usuária de drogas, namorada de Nick, foi morta por overdose.
  • Calvin - Baleado por Nick.
  • Matt Sale - Morto devido ao vírus.
  • Art Costa - Foi mordido por um andador, faleceu, transformou-se, e mais tarde, morto por Madison com um tanque de oxigênio.
  • Susan Tran - Tendou suicídio, e mais tarde morta pelo exército.
  • Kimberly - Morta devido ao vírus, e mais tarde, baleada por Moyers.
  • Moyers - Provavelmente Devorado por vários zumbis.
  • Griselda Salazar - Morta devido a uma grande infecção, e depois baleada por Liza.
  • Sgt. Melvin Allen - Devorado por vários zumbis.
  • Bethany Exner - Provavelmente cometeu suicídio.
  • Elizabeth Ortiz - Infectada com o vírus, baleada em um ato de misericórdia por Travis.

Localidades

El Sereno

Este lugar, é bairro onde Madison e sua família vivia. Localizado a nordeste de Los Angeles, El Sereno no início do surto, foi submetida a ser uma das 12 zonas de segurança criadas pelo exército do EUA. O bairro, entre nove semanas, passou a ter grandes grades e portões, e começou a ser abastecida com alimentos, a partir das expedições dos soldados.

Casa da Família Clark

Foi nesta residência, onde Madison e seus filhos viveram por vários anos. Provavelmente ela foi comprada pelo marido de Madison, Stephen antes dele morre, e a deixou para sua esposa e filhos. O lugar continha vários cômodos, incluindo uma piscina.

Escola Secundária

Foi nesta escola de ensino médio, que Madison trabalhou como conselheira educacional, junto com seu noivo Travis, que era professor de inglês, e seu amigo Art Costa, o diretor do colégio. Nele já estudou Nick, e seus atuais alunos eram Alicia, Tobias, Matt Sale e entre outros.

Igreja Velha

Este lugar foi o primeiro a ser visto no episódio de estréia "Pilot". Foi neste lugar onde surgiu o primeiro sinal da epidemia, quando Nick descobre sua namorada Gloria, infectada, devorando o usuário de drogas desconhecido.

Hospital

Este hospital, é um grande prédio localizado nos arredores do centro de Los Angeles. Foi para este local, que Nick foi trazido apos seu atropelamento próximo a uma igreja abandonada. Enquanto internado, Nick revela o que viu na igreja, levando Travis a investigar.

Barbearia Salazar

Localizada no centro de Los Angeles, a barbearia pertencia a Daniel Salazar. No interior da loja, se encontrava a residência do velho, que morava com sua esposa Griselda e filha Ofelia.

Biblioteca

Está biblioteca foi vista, quando o tenente Moyers e seus soldados, seguiram para dentro das instalações, em busca de sobreviventes. O local parecia está em chamas, e dominado por zumbis.

Base Militar

Localizado em uma escola, não muito longe do centro de Los Angeles, esta base improvisada, servia como um pronto socorro para pessoas feridas, e até mesmo como um centro de refugiados. Foi invadido por vários zumbis, quando Madison, Travis, Daniel, Ofelia, Alicia e Chris vinheram atrás de seus famíliares.

Imagens de Los Angeles

Curiosidades

  • Los Angeles é uma das principais cidades, juntamente com Atlanta e Washington, DC, que funcionam como locais proeminentes do universo The Walking Dead.
  • Embora a primeira temporada de Fear The Walking Dead é inteiramente definida em Los Angeles, apenas o episódio piloto foi realmente filmado na cidade, enquanto o resto foi filmado em Vancouver, e British Columbia.
  1. Fonte: Página na Wikipédia
  2. Fonte: Pilot.
  3. Fonte: So Close, Yet So Far
  4. Fonte: Not Fade Away.
Lugares de Fear The Walking Dead
1ª Temporada
Los Angeles Igreja AbandonadaCasa da Família ClarkHospital ComunitárioPaul R. Williams High SchoolEl SerenoSalazar's CutsWest View LibraryCentro de Comando MilitarCasa de StrandAbigail
2ª Temporada
Los Angeles/Califórnia Casa de StrandAbigailIlha CatrinaAbigail Home Experience
Baja California Valle de GuadalupeTijuanaLa ColoniaRosarito
3ª Temporada
Baja California RosaritoBroke Jaw RanchBarragem Gonzales